Existem dois tipos de flacidez: uma muscular e outra dérmica. A flacidez dérmica é resultado de uma sobra pequena ou excessiva de pele em qualquer região do corpo, face, abdômen, bumbum, interno de coxa, braços (tchauzinho), entre outras, é observada a partir de diversos fatores, os mais comuns são as oriundas pós gestação, o efeito sanfona (engordar e emagrecer) e através do processo de envelhecimento natural (diminuição de produção de colágeno ao longo dos anos). A flacidez muscular já é mais delicada, pois diz respeito ao enfraquecimento de músculos tornando-os mórbidos, decorrentes do desgaste das fibras que os sustentam.


Com a tecnologia se desenvolvendo a cada ano, não é necessário se submeter a uma cirurgia de imediato, muitos casos podem ser resolvidos com tratamentos modernos e conservadores.


Aqui na Pommes preparamos protocolos exclusivos para exterminar esse problema.